Cliburn nomeia Marin Alsop como Presidente do júri de 2021

A erudita estadunidense atuará como presidente do júri e maestrina da Fase Final da Décima Sexta Competição Internacional de Piano Van Cliburn, entre 28 de maio e 12 de junho de 2021, no Bass Performance Hall, em Fort Worth, Texas, EUA

Fort Worth, Texas, UNITED STATES


FORT WORTH, Texas, April 02, 2019 (GLOBE NEWSWIRE) -- A Cliburn anuncia hoje que Marin Alsop será a presidente do júri da Décima Sexta Competição Internacional de Piano Van Cliburn, que será realizada entre 28 de maio e 12 de junho de 2021, no Bass Performance Hall, em Fort Worth, Texas, EUA.

Amplamente considerada como um dos mais importantes concursos de música internacional, a Competição Internacional de Piano Van Cliburn existe para compartilhar música clássica excelente com a maior audiência internacional possível e para lançar a carreira dos seus vencedores a cada quatro anos. Baseando-se em uma rica tradição que começou com suas origens em 1962 em homenagem a Van Cliburn e sua visão de usar a música para servir ao público e romper barreiras, a Cliburn busca, a cada edição, atingir seus mais altos padrões artísticos ao mesmo tempo em que utiliza ferramentas contemporâneas para ampliar seu alcance. Os melhores pianistas do mundo, entre 18 e 30 anos de idade, competem pelo ouro perante uma audiência em Fort Worth, Texas, além dos mais de 5 milhões de telespectadores online. Além dos prêmios em dinheiro, conquistar uma medalha Cliburn significa abrangente gerenciamento de carreira, apoio artístico e esforços publicitários intensificados nos três anos seguintes.

Uma das mais importantes e inovadoras maestrinas do mundo, Marin Alsop detém títulos relevantes em três continentes: diretora musical da Orquestra Sinfônica de Baltimore desde 2007; maestrina principal e diretora musical da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo desde 2012; e maestrina chefe da Orquestra Sinfônica da Rádio de Viena ORF a partir de setembro de 2019. Entre seus muitos prêmios e cargos acadêmicos, ela é a única maestrina a receber a prestigiada MacArthur Fellowship, é membro honorária da Academia Real de Música e da Sociedade Filarmônica Real, recebeu o Crystal Award do Fórum Econômico Mundial em 2019 e foi recentemente nomeada Diretora da Pós-Graduação em Direção Musical no Johns Hopkins Peabody Institute.

Além da sua função como presidente do júri, ela irá dirigir a Orquestra Sinfônica de Fort Worth com os seis finalistas durante a Fase Final da Competição. Como presidente, ela irá supervisionar o processo de seleção do júri, atuar como sua consultora sobre regras e procedimentos e estabelecer seu tom e suas atribuições; mas ela não terá voto durante a Competição, a não ser em caso de empate na Fase Final.

A carreira de Marin Alsop quebrou estereótipos quando, em 1989, tornou-se a primeira mulher premiada com o Koussevitzky Conducting Prize do Tanglewood Music Center, quando ela começou a estudar com seu mentor, Leonard Bernstein. Ao longo das três décadas seguintes, ela se tornou a primeira mulher a atuar como diretora musical em uma grande orquestra estadunidense, assumir a função de maestrina chefe em cada uma das suas três orquestras e conduzir a “Última Noite do Proms”. Ela será a primeira mulher a atuar como presidente do júri ou a conduzir durante a Competição Internacional de Piano Van Cliburn.

“Não poderíamos estar mais satisfeitos com essa nova parceria com Marin Alsop”, disse o Presidente e CEO da Cliburn, Jacques Marquis. “Ela não só é uma voz poderosa na música clássica internacionalmente e uma maestrina fantástica, como também é conhecida por seu comprometimento em atingir novas audiências e seu encorajamento de jovens artistas. Cada um desses atributos complementa perfeitamente a missão da Cliburn e os objetivos da Competição da Cliburn. Esperamos trabalhar de perto com ela para divulgar a música clássica ao redor do mundo e lançar as carreiras dos nossos novos vencedores”.

"Estou realmente ansiosa para trabalhar com jovens pianistas talentosos na Competição Cliburn”, disse Alsop. “Colaborar com essa organização de classe mundial dedicada a estimular futuras gerações alinha-se ao meu comprometimento com a educação e paixão por orientar jovens músicos”.

MARIN ALSOP
Marin Alsop é uma voz inspiradora e poderosa na cena musical internacional, uma diretora musical de visão e distinção que acredita, com entusiasmo, no “poder da música para mudar vidas”. Ela é reconhecida em todo o mundo por sua abordagem inovadora com a programação e com seu profundo comprometimento com a educação e o desenvolvimento de audiências de todas as idades.

Seu impressionante sucesso como diretora musical da Orquestra Sinfônica de Baltimore (BSO) desde 2007 foi reconhecido por duas prorrogações em seu mandato, agora confirmado até 2021. Como parte da sua liderança artística, Alsop conduziu a orquestra em sua primeira turnê pela Europa para o BBC Proms e o Festival Internacional de Edinburgh e criou várias iniciativas arrojadas: “OrchKids”, para as crianças mais carentes da cidade, e a BSO Academy e Rusty Musicians para músicos amadores adultos. Alsop tornou-se a principal maestrina e diretora musical da Orquestra Sinfônica de São Paulo (OSESP) em 2012, onde continuar a liderar programações criativas e atividades de alcance que ela conduz no estágio internacional: isso inclui uma turnê pela Ásia em 2019 com dois concertos no Festival de Artes de Hong Kong e três turnês europeias com apresentações aclamadas pela crítica em grandes festivais de verão, incluindo o Festival de Lucerna e em Amsterdã, Berlim, Paris, Salzburgo e Viena; seu contrato continua até o fim de 2019, quando ela se tornará Maestrina de Honra. Em setembro de 2019, Alsop será maestrina chefe da Orquestra Sinfônica da Rádio de Viena (ORF).

Marin Alsop conduz as principais orquestras do mundo, com destaques europeus recentes e futuros, incluindo a Orquestra Real Concertgebouw, Filarmonica della Scala, Orquestra do Festival de Budapeste, Orquestra Sinfônica Nacional Dinamarquesa e a Orchestre de Paris, além de relacionamentos de longa data com a Orquestra Sinfônica de Londres (LSO) e a Orquestra Filarmônica de Londres (LPO). Nos Estados Unidos, Alsop conduz regularmente as Orquestras Sinfônicas da Filadélfia, Cleveland e Chicago, incluindo em suas residências de veraneio em Saratoga, Blossom e Ravinia. Entre os próximos destaques da temporada 2018–2019, incluem-se a Gewandhausorchester Leipzig, Orquestra Filarmônica de Israel, Orquestra Nacional da Espanha e a Orchestre National de France, após as estreias nos festivais de verão Grafenegg e MITO com a Orquestra Filarmônica Real e uma segunda residência com a Orquestra Britten-Pears Orchestra no Snape Proms.

No Southbank Centre de Londres, onde ela é artista residente, nesta temporada ela dirigiu Ein Deutsches Requiem, de Brahms, com a Orquestra Iluminismo, após apresentações com a orquestra no BBC Proms. Em setembro de 2013, Marin Alsop fez história como primeira maestrina da Última Noite do Proms, da BBC, que ela voltou a dirigir em 2015.

Sua extensa discografia levou a vários prêmiosGramophone e inclui ciclos Naxos muito elogiados de Brahms, com a LPO e a MDR Leipzig, Dvořák, com a BSO, Prokofiev, com a OSESP, além de outras gravações para a Decca Classics, Harmonia Mundi e Sony Classical. Ela se dedica à nova música, algo que foi demonstrado em seu mandato de 25 anos como Diretora Musical do Festival de Música Contemporânea Cabrillo da Califórnia.

Em 2019, Alsop foi premiada com o prestigiado Crystal Award no Fórum Econômico Mundial e é a única maestrina a receber a renomada MacArthur Fellowship. Entre os muitos prêmios e cargos acadêmicos, ela é membro honorária da Academia Real de Música e da Sociedade Filarmônica Real, e foi recentemente nomeada diretora de pós-graduação em direção musical do Johns Hopkins Peabody Institute. Ela participou da Juilliard School e da Universidade de Yale, que a premiou com um Doutorado Honorário em 2017. Sua carreira de maestrina começou em 1989, quando se tornou a primeira mulher premiada com o Koussevitzky Conducting Prize, do Tanglewood Music Center, e começou a estudar com seu mentor mais importante, Leonard Bernstein.

SOBRE A CLIBURN
A Cliburn desenvolve a música em piano clássico em todo o mundo. Suas competições internacionais, programas educacionais e séries de concertos incorporam um comprometimento duradouro com a excelência artística e a descoberta de novos artistas. Estabelecida em Fort Worth, Texas, em 1962, a Competição Internacional de Piano de Cliburn (décima sexta edição, entre 27 de maio e 12 de junho de 2021) permanece a expressão mais visível dessa missão e está, como sempre, comprometida com os ideais originais de apoio e lançamento de carreiras de artistas emergentes com idade entre 18 e 30 anos. Ela compartilha os poderes transformadores da música com uma audiência global, através de webcasts totalmente produzidos e ao fornecer um gerenciamento de carreira abrangente e reservas para concertos aos seus vencedores. Completando nossa missão, a Cliburn também produz a Competição Internacional de Piano Junior Cliburn para pianistas excepcionais entre 13 e 17 anos (segunda edição, entre 31 de maio e 8 de junho de 2019), e a Competição Internacional de Piano Amador para pianistas excelentes não profissionais com idade a partir de 35 anos (oitava edição, entre 24 e 30 de maio de 2020).

Em um ciclo de quatro anos, a Cliburn contribui com o panorama cultural do Norte do Texas, com mais de 170 espetáculos de música clássica para 150.000 participantes, através de competições, concertos comunitários gratuitos e sua série de Concertos Cliburn assinatura no Bass Performance Hall, Pavilhão de Piano do Museu de Arte Kimbell, Museu de Arte Moderna de Fort Worth e Scat Jazz Lounge. Ela apresenta 1.000 programas de educação musical interativos em escolas para mais de 200.000 estudantes que cursam o ensino fundamental na região. Durante o mesmo período, reúne a atenção de todo o mundo com mais de cinco milhões de visitas de 170 países para concertos ao vivo e webcasts da competição; 300 concertos em todo o mundo reservados para os vencedores da competição; mais de 5.000 artigos de notícias sobre a Cliburn e seus vencedores; e transmissões de rádio nacionais regulares para 245 estações de rádio públicas. Informações detalhadas sobre a Cliburn e seus programas estão disponíveis em cliburn.org.

PATROCINADORES DA CLIBURN
Conselho de Artes de Fort Worth
Mercedes T. Bass Charitable Corporation
Sid W. Richardson Foundation
The Pangburn Foundation
The Walton Family Foundation, Inc.

Patrocinador de Mídia Impressa Exclusiva
Star-Telegram

Piano oficial da Cliburn
Steinway & Sons – North Texas / Houston

Contato:
Maggie Estes, Diretora de Comunicações e Conteúdo Digital, mestes@cliburn.org, 817.739.0459

As fotos que acompanham este anúncio estão disponíveis em
http://www.globenewswire.com/NewsRoom/AttachmentNg/32053d53-6fc3-4cf6-bef6-94a3bbe7a3c8

http://www.globenewswire.com/NewsRoom/AttachmentNg/c0beec0e-502f-4a6e-a6f8-8434c815f1b0

http://www.globenewswire.com/NewsRoom/AttachmentNg/b2e55d09-486c-4254-837e-4d0ae2408368